Apresentação

A Associação Portuguesa de Paralisia Cerebral de Leiria (APPC-Leiria) é uma Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS).

Constituída sob a forma de Associação sem fins lucrativos, foi fundada em 2000 por um grupo de pais de Crianças Especiais, que se constitui como dinamizador de outros pais com os mesmos problemas, no sentido de melhorar a qualidade de vida dos seus filhos e famílias.

A Associação Portuguesa de Paralisia Cerebral de Leiria (APPC-LEIRIA) é uma Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS), dotada de estatuto de Utilidade Pública, publicado no Diário de Republica, 2ª série, nº 166, de 29 de agosto de 2006 (parte especial), com registo definitivo em 25 de julho de 2006, no livro nº10 das Associações de Solidariedade Social, sob o nº 71/05 e fls.184, sendo reconhecida a isenção de IRC (Imposto sobre o Rendimento de Pessoas Coletivas) nos termos do respetivo despacho.

Constituída sob a forma de Associação, sem fins lucrativos, foi fundada em 2000 (Comissão Instaladora) por um grupo de pais de crianças, jovens e adultos, portadoras de paralisia cerebral, situações neurológicas afins e outras, que se constitui como dinamizador de outros pais com os mesmos problemas, no sentido de melhorar a qualidade de vida dos seus filhos e famílias.

Ganhou corpo formalmente em 2001 como Sub – Núcleo, evoluindo para Núcleo Regional de Leiria (NRL-APPC) em 2002. Transformou-se em Associação Autónoma em 2006 (APPC-Leiria) com efeitos a partir de janeiro de 2007.

A abertura do Centro de Reabilitação da Associação Portuguesa de Paralisia Cerebral de Leiria (APPC-Leiria) permitiu que as crianças e famílias, que eram apoiadas no Centro de Reabilitação da APPC em Coimbra, passassem a ser apoiadas em Leiria, evitando assim as frequentes deslocações, com custos sociais e financeiros elevados, entre outros (longa ausência dos pais no trabalho/absentismo).

A Associação Portuguesa de Paralisia Cerebral de Leiria (APPC-Leiria) reúne 1192 sócios (dados de novembro 2017) e continua a sua campanha de angariação em permanência.

O Acordo de Cooperação Atípico, em Regime Ambulatório, foi celebrado no dia 22 de dezembro de 2003 para 100 Utentes/Clientes. Atualmente contempla parte do tratamento para 107 Utentes/Clientes (Acordo renegociado em dezembro de 2014).

A Instituição presta em média, por mês, apoio a cerca de 120 Utentes/Clientes o que corresponde a uma média de 1.083 tratamentos e apoios/mês.

Atualmente existem no Centro de Reabilitação da Associação Portuguesa de Paralisia Cerebral de Leiria (APPC-LEIRIA) 297* Utentes/Clientes inscritos em processo clínico.

Os Utentes/Clientes são oriundos dos distritos de Leiria e Santarém.

* Nota: Dados atualizados a fevereiro de 2018. As atualizações foram feitas de acordo com o número total de processo inativos (197 proc. inativos)