APPC - Associação Portuguesa de Paralisia Cerebral (Leiria)
Alto Patrocínio:
Logótipo Liz-On-line
Apoio:
Ver carro de compras Carrinho Vazio

Paralisia Cerebral

A Pessoa com Paralisia Cerebral pode ter inteligência normal ou até acima do normal...

A Paralisia Cerebral define-se  como um conjunto amplo de situações caracterizadas por:

  • Serem permanentes mas não inalteráveis;
  • Envolverem uma alteração do movimento, da postura e da função motora;
  • Serem devidas a interferência/lesão/anomalia não progressiva do desenvolvimento do cérebro imaturo.

A Paralisia Cerebral pode ser classificada de acordo com a natureza da perturbação do movimento que predomina, e pode ser:

Espástica
Caracterizada por: um padrão anormal do movimento e/ou da postura; um aumento de tónus; e reflexos patológicos (hiper reflexia ou sinais piramidais). Pode haver um lado do corpo afectado (unilateral) ou os dois lados (bilateral).

Disquinética
Caracterizada por: um padrão anormal do movimento e/ou da postura; movimentos involuntários, descontrolados, recorrentes, esteriotipados das partes do corpo afectadas. Esta pode ser: distónica, que é caracterizada por hipocinésia e hipertonia; ou coreo-atetosica, que é caracterizada por hipercinésia e hipotonia.

Ataxia
Caracterizada por: um padrão anormal do movimento e/ou da postura; perda ou alteração da coordenação muscular que se traduz em alterações na força, no ritmo e na precisão dos movimentos.

A Pessoa com Paralisia Cerebral pode ter inteligência normal ou até acima do normal, mas também pode ter atraso intelectual, não só devido às lesões cerebrais, mas também pela falta de experiência resultante das suas deficiências.

Podem aparecer formas mistas com diferentes sintomas, o que torna difícil a avaliação.

Além da perturbação motora há também, por vezes, défices sensoriais, deficiência de visão e audição, dificuldades perceptivas, deficiência na fala e epilepsia, o que torna o quadro mais complexo.

 


 

voltar

Alto Patrocínio

Alto Patrocínio: Liz - On-Line

Apoios